[Resenha do Livro] O Código da Vinci

Olá meus novos amigos, tudo bem?
Sou a nova colaboradora do blog e me chamo Klyslene Cardoso, mas pode me chamar de Klys, Lene ou Ly o que for melhor para você, também tenho dois blogs que é o Viver e Aprender sobre assuntos diversos e o UBBrasil que é um blog de divulgação.
Estarei aqui toda quarta para indicar e falar resenhas dos melhores livros e filmes, espero que vocês gostem e que possamos interagir uns com os outros para aprendermos e crescermos juntos. E hoje trago para vocês a resenha do meu livro número um.


A história começa quando o curador do Louvre Jacques Saunière também membro de uma antiga fraternidade e responsável por guardar esse segredo é encontrado morto, ou melhor, assassinado! Mas antes ele consegue fazer um dos mais famoso simbologista religioso de Harvard Robert Langdon junto com Sophie Neveu, uma criptografa revelar um dos segredos mais be, guardado da humanidade durante anos pelos iluministas. Sim Langdon e Sophie passam a ser os principais suspeitos e são perseguidos pela polícia, então começa a parte eletrizante da história: fuga! E é durante essa fuga que eles passam a desvendar um mistério que se vier a tona pode ter sérias consequências. E para quem não me conhece sou um pouco dramática, quando leio um livro parece que estou vivendo a história, resultado eu chorei no final e não esperava isso, na verdade o final da história foi totalmente inesperada.

Considerado por mim um dos livros mais eletrizantes que já li e o meu favorito! Me lembro bem quando li já faz um bom tempo o autor conseguiu me prender de uma forma que até para sair eu tinha que levá-lo, pois não suportava a ideia de deixá-lo em casa e isso me fez ler em dois dias. Mas essa foi apenas a primeira vez que li e quando terminei fiquei surpresa por ter sido facilmente enganada pelo autor que voltei ao início para ler novamente e repeti não lembro quantas vezes, mas garanto que valeu apena folhear cada página desse livro, o melhor que já li ele envolve de tudo um pouco desde obras de artes, simbolismo, religião, história a lugares de referência, pouquíssimo escritores conseguem envolver muitas coisas numa trama.

Não é a toa que Dan Brown hoje é o meu escritor número preferido, gosto de todos os seus livros mas o Código da Vinci é sem dúvida o melhor, principalmente para mim que gosto de enigmas. Sabe quando você resolve um aparece outro, depois outro... pois o livro é assim do início ao final! Ler o livro várias pode não ser a mesma coisa, mas levando em consideração que o livro foi escrito por Dan Brown que teve uma habilidade notável onde eu posso dizer que realmente é um livro de tirar o fôlego, pois nunca li nada igual e se você ainda não leu garanto que vale muito a pena.
Enfim o Código da Vinci é o CÓDIGO DA VINCI!
- Os homens fazem muito mais para evitar o que teme do que obter o que desejam. - O Código da Vinci

- Não sei se Deus existe mas aquele dia no poço eu não estava sozinho! - O Código da Vinci
Título: O Código da Vinci
Ano de Lançamento: 2004
Número de Páginas: 432 páginas
Editora: Sextante [Brasil]
Sinopse: Um assassinato dentro do Museu do Louvre, em Paris, traz à tona uma sinistra conspiração para revelar um segredo que foi protegido por uma sociedade secreta desde os tempos de Jesus Cristo. A vítima é o respeitado curador do museu, Jacques Saunière, um dos líderes dessa antiga fraternidade, o Priorado de Sião, que já teve como membros Leonardo da Vinci, Victor Hugo e Isaac Newton. Momentos antes de morrer, Saunière consegue deixar uma mensagem cifrada na cena do crime que apenas sua neta, a criptógrafa francesa Sophie Neveu, e Robert Langdon, um famoso simbologista de Harvard, podem desvendar. Os dois transformam-se em suspeitos e em detetives enquanto percorrem as ruas de Paris e de Londres tentando decifrar um intricado quebra-cabeças que pode lhes revelar um segredo milenar que envolve a Igreja Católica. Apenas alguns passos à frente das autoridades e do perigoso assassino, Sophie e Robert vão à procura de pistas ocultas nas obras de Da Vinci e se debruçam sobre alguns dos maiores mistérios da cultura ocidental - da natureza do sorriso da Mona Lisa ao significado do Santo Graal. Mesclando com perfeição os ingredientes de uma envolvente história de suspense com informações sobre obras de arte, documentos e rituais secretos, Dan Brown consagrou-se como um dos autores mais brilhantes da atualidade. "O Código da Vinci" prende o leitor da primeira à última página.



2 comentários:

  1. Esse livro é incrível. Aliás, o autor é incrível. Todos os livros dele são sensacionais.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir